7 de dezembro de 2009

Muse - Lisboa - 29/11/2009



Alguém que os tinha visto no dia anterior disse-me que se calhar as 18 músicas, tão criticadas por serem apenas 18, eram se calhar as músicas necessárias para se sair do pavilhão bem satisfeito e cansado. Também me tinham avisado que qualidade > quantidade e acreditem que se alguém quisesse mais músicas era porque queria literalmente sair do pavilhão de rastos.

Foi, deixem-me dizer...épico. Não (só) por no fim termos ouvido que fomos o melhor público da tour, não (só) pelo cenário imponente que cada vez ganha mais importância para os elementos da banda (coisas da digressão com os U2?), não (só) pelos belos e famosos lasers verdes que faziam grandes efeitos em todo o pavilhão, mas porque qualquer um dos que estavam no pavilhão podia olhar para o palco e ver que quem lá estava, estava a adorar lá estar.


Setlist:


Uprising
Resistance 
New Born 
Map of the Problematique 
Supermassive Black Hole 
MK Ultra
Interlude + Hysteria
Nishe + United States of Eurasia 
Feeling Good 
Guiding Light 
Helsinki Jam + Undisclosed Desires 
Starlight 
Plug In Baby
Time Is Running Out 
Unnatural Selection

Exogenesis: Symphony Pt 1: Overture 
Stockholm Syndrome 
Man With The Harmonica + Knights of Cydonia


Uma setlist interessante, em que a parte calma da coisa não agrada a muitos dos fãs (falo na Guiding Light, que eu ainda tentei gostar dela depois de a ouvir ao vivo mas não dá mesmo, Undisclosed Desires, que eu aprecio mas muitos fãs não acham lá muita piada e uma Feeling Good amada por uns e odiada por outros), de resto as novas músicas resultam na perfeição quando tocadas ao vivo. A Uprising abre lindamente o concerto, a United States of Eurasia é fantástica e a Unnatural Selection quando ouvimos o álbum e dizemos "esta ao vivo promete" não nos enganamos.
Impressionante ver também o número de pessoas que sabia as letras das músicas do novo álbum.

Apelidado de "o concerto do ano", foi sem dúvida brilhante e há dias recebemos a notícia que dia 27 de Maio, no Parque da Bela Vista, teremos de novo Muse na edição de 2010 do Rock in Rio desta vez como headliners e não para tocar uns míseros 45 minutos como em 2008.


Cheers!

1 comentário:

  1. Épico, pois só podia! :D
    Grande banda e grande sortudo! hehe

    ResponderEliminar